Post Life Transitions Oportunidades de Emprego
Post Life Transitions Oportunidades de Emprego

15 OPORTUNIDADES DE EMPREGO IDENTIFICADAS EM 20 MINUTOS!

A crise está brava! “O emprego sumiu”! “São 12 milhões e meio de desempregados”! “Procurar emprego é só despesa, sem retorno”! “Já distribuí mais de 20 currículos e não consegui nenhuma entrevista até agora”!

Estas e outras frases semelhantes são reiteradamente repetidas como forma de justificar a inação ou falta de conhecimento na busca de um emprego.

E, de tanto repeti-las, as pessoas até mesmo passam a acreditar que há uma verdade no argumento.

O ITA (Instituto Tecnológico da Aeronáutica), em São José dos Campos, é a escola superior que apresenta um dos mais competitivos vestibulares do Brasil, atingindo, em determinados anos, a marca de 90 candidatos por vaga.

O que fazem as pessoas que tem genuíno interesse em cursar essa escola?

Dedicam uma ou duas horas por semana aos estudos e dissipam o tempo restante queixando-se de quanto é competitiva e dura a competição por uma vaga?

Bradam e clamam contra as injustiças da vida?

Ou será que se concentram em estudos por, pelo menos, 40 horas por semana?

Com uma diferença fundamental: raramente na disputa por um emprego o profissional irá competir com 90 outros candidatos pois só ocasionalmente as empresas conseguem recrutar um número tão grande de candidatos para uma vaga no emprego do conhecimento.

Procurar um emprego exige duas atitudes do profissional realmente interessado:

  1. Convencer-se de que procurar o emprego é o seu trabalho e que este é um trabalho como outro qualquer, ao qual deverá dedicar pelo menos 40 horas por semana.
  2. Preparar-se para ser competitivo na disputa das oportunidades que surgirem.

Na prática, isso significa parar de dissipar as suas horas em atividades diversionistas, tais como levar a cachorrinha para tomar banho no pet shop, acompanhar a esposa(o) ao supermercado, fazer pequenos consertos em casa, aproveitar para assistir Netflix até de madrugada e levantar às 10 horas no dia seguinte, tirar uma soneca à tarde, tomar um período sabático, viajar para praia às sextas-feiras para evitar o trânsito do final da semana, aproveitar os feriados prolongados para espairecer etc.

Ao mesmo tempo, dedicar tempo para preparar-se para a competição ferrenha que irá enfrentar, seguindo os 5 passos de um programa de recolocação, o qual evolve:

Passo 1

Fazer o levantamento de seu patrimônio profissional, nos aspectos de competências, conhecimentos, realizações, habilidades e preferências.

Passo 2

Definir seu objetivo profissional, ou seja, qual o emprego que deseja conquistar.

Passo 3

Elaborar o catálogo de apresentação do seu produto (o seu currículo), com bom senso, para tornar-se atrativo ao selecionador.

Passo 4

Planejar e executar programa de busca sistemática de oportunidades profissionais, utilizando com inteligência os meios disponíveis.

Passo 5

Estar preparado para ter um desempenho excepcionalmente eficaz em entrevistas de emprego.

Para ilustrar o quanto é falaciosa a propalada aridez do mercado de trabalho, eu me impus um desafio: quantas oportunidades de emprego poderia localizar anunciadas no Linkedin em 20 minutos.

Entenda-se bem o desafio: nessa busca não utilizei nem 1% de todas as possibilidades de pesquisas no Linkedin, mas concentrei-me tão somente na identificação mais fácil e menos trabalhosa de vagas anunciadas.

Nesse período de 20 minutos consegui localizar 15 ofertas de emprego, tais como: Gerente Médico; Gerente de Unidade de Negócios; Consultor de Investigação Corporativa; Diretor Comercial; Designer Gráfico; Gerente de Fábrica Produtos Alimentícios; Assistente de Marketing; Operador de Vendas; Motion Designer; Gerente de RH; Analista de Tesouraria; Engenheiro de Qualidade; Especialista de RH; Gerente de Talent Acquisition; Analista de Tesouraria.

Não tenham dúvidas de que, encontrar oportunidades anunciadas no Linkedin depende de 1% de Inspiração e 99% de Transpiração.

 Contudo, tempo é o que não falta para o desempregado.

Entretanto, identificar oportunidades não é tudo! É preciso estar preparado para competir!

Para isso, a ajuda de um profissional pode ser de extremo valor!

Se quiser saber um pouco da metodologia do GRADUS, clique aqui.

Ewaldo Endler

Sócio da Next Steps e da Lifetransitions. Começou como executive search em 1972 e desde então tem desenvolvido uma larga experiência em várias organizações globais. É Coach em transições profissionais: A Conquista do Emprego, Planejamento de Carreira, A Recolocação Profissional, Preparação para Aposentadoria, Onboarding Executivo, Assessor na elaboração do currículo e em networking.

Deixe um comentário