Post Life Transitions Vídeo Pessoal
Post Life Transitions Vídeo Pessoal

GRAVAR UM VÍDEO A MEU RESPEITO? PORQUE NÃO?

Todo profissional em busca de um emprego é forçado a vencer duas batalhas.

A primeira delas é fazer com que seu currículo se destaque dentro da massa de possíveis candidatos para o cargo e impressione o selecionador a ponto de que ele se decida a convidar o profissional para uma entrevista.

A segunda, é criar nas entrevistas uma impressão positiva duradoura que garanta a sua sobrevivência no processo e que o destaque como sendo aparentemente o melhor candidato para a posição.

Em realidade, a segunda batalha é aquela das duas sobre a qual o profissional pode exercer maior controle.

Basta seguir o método que envolve:

  • Pesquisar profundamente a empresa para a qual esteja se candidatando e as pessoas que lhe irão entrevistar, usando os recursos da Internet, redes sociais, informações obtidas junto a pessoas da sua rede de relacionamentos, estudo do Annual Report da companhia etc.
  • Estudar o e-book: COMO DAR RESPOSTAS EFICAZES NA ENTREVISTA;
  • Identificar a estratégia de entrevista adotada pelos entrevistadores e ajustar sua participação e comportamento de forma a apresentar imagem positivamente marcante;
  • Usar com habilidade as técnicas para dominar a entrevista.

O Problema

O grande problema resume-se em como ultrapassar a barreira, com evidente viés, da análise do currículo e conseguir o contato pessoal nas entrevistas.

Este é o reino da mesmice.

Assim, com pequenas variações, puramente cosméticas, todos os currículos são impressos em cor preta, sobre papel branco, contendo as mesmas informações e usando um fraseado pedante e padronizado.

O argumento para isso é que irá facilitar a análise do selecionador, o qual procura as informações para sua decisão de descartar ou fazer sobreviver aquele candidato.

Contudo, esta não é uma verdade universal. 

Fora do Brasil, os currículos estão se transformando naquilo que sempre deveriam ter sido: um catálogo de apresentação do profissional, com o objetivo de provocar uma entrevista. O modelo aqui apresentado (evidentemente não brasileiro), foi laureado como um dos três melhores modelos atuais de currículo.

Selecionadores locais no Brasil, solicitados a opinar sobre este tipo de currículo, manifestaram forte rejeição, usando expressões depreciativas e jocosas que, em resumo, clamam por “falta de seriedade” e “incompatível com o espírito solene do trabalho”.

Nada de novo; toda inovação suscita controvérsias e obedece a tendência de rejeição daquilo com o qual as pessoas não estão acostumadas.

Entretanto, nem tudo está perdido.

Uma Solução

O e-book COMO ELABORAR UM CURRÍCULO QUE SE DESTAQUE contêm uma série de recomendações sobre o uso de elementos gráficos para dar destaque ao currículo no meio de toda a massa disforme, dentro de limites que não chocam o selecionador.

Assista também a série de vídeos COMO DAR AO SEU CURRÍCULO O CONTEÚDO QUE O DESTAQUE.

Mas, isso não é tudo.

Porque não enriquecer o currículo com alguns hiperlinks que remetam quem o estiver analisando a informações úteis, apresentadas de forma primorosa, que complementem o conhecimento a respeito do profissional, tais como:

  • Fotos ou ilustrações de trabalhos realizados;
  • Gráficos demonstrando a evolução de um fator sob controle do
    profissional, como volume de vendas, custos, qualidade etc.
  • Artigos publicados pelo profissional;
  • Títulos, diplomas ou premiações recebidas;
  • Cartas de recomendação
  • Fotos com pessoas conhecidas e que sejam importantes para o
    negócio, como, por exemplo, principais clientes ou fornecedores;
  • Outras informações relevantes.

Todo este material pode estar reunido num site pessoal do profissional.

O Vídeo

Remetendo ao título deste artigo: Porque não ilustrar essa apresentação com um vídeo através do qual o profissional se apresenta?

Gravar um vídeo pessoal não é complicado: basta um celular de qualidade mediana.

De resto, a Internet coloca à disposição inúmeros vídeos e sites que ensinam como produzir um vídeo.

Assunto? É mais simples ainda: fale o seu Elevator Pitch, complementado e expandido com informações adicionais relevantes.

Com isso, o profissional estará “dando vida” à sua apresentação, tornando-se uma pessoa, e se destacando de forma indelével.

Ewaldo Endler

Sócio da Next Steps e da Lifetransitions. Começou como executive search em 1972 e desde então tem desenvolvido uma larga experiência em várias organizações globais. É Coach em transições profissionais: A Conquista do Emprego, Planejamento de Carreira, A Recolocação Profissional, Preparação para Aposentadoria, Onboarding Executivo, Assessor na elaboração do currículo e em networking.

Deixe um comentário