Post Life Transitions Networking Pró Ativo
Post Life Transitions Networking Pró Ativo

NETWORKING PRÓ ATIVO NÃO É DESCOBRIR, É CRIAR VAGAS!

Nada é mais errado do que procurar emprego pretendendo identificar vagas no mercado de trabalho.

Pessoas que procuram emprego pretendem identificar oportunidades em aberto no mercado de trabalho e desejam participar dos respectivos processos seletivos.

Para isso, acionam seus conhecidos, parentes e amigos, solicitando algo do tipo: “Se souber de alguma coisa, me avise.” O amigo, numa demonstração de solidariedade, responde: “Claro! Conte comigo! Me dá o seu currículo.”

Essa é uma maneira totalmente equivocada, míope, de definir o seu objetivo.

Por um lado, a proposição é rara. Na situação econômica e política atual, raras são as vagas abertas. Mais raro ainda, é algum amigo, conhecido ou parente ficar sabendo de algo.

Em contrapartida, quando a situação numa empresa chega ao ponto de abrir uma vaga, ou seja, de partir para a busca intencional de alguém para preencher um cargo em aberto, qualquer candidato entra no processo com a probabilidade de 0,0025 de ser o escolhido.

VAGAS LATENTES

Em que pesem todos os comentários a respeito do panorama do Brasil, o fato é que praticamente todas as empresas possuem vagas latentes. São aberturas que, previsivelmente ou intuitivamente, surgirão nas suas estruturas. Contudo, no momento, por razões as mais diversas, o seu preenchimento ainda não se tornou foco da ação da empresa.

É o caso de uma aposentadoria já anunciada, de uma transferência do profissional para local distante ou para um período no exterior, uma doença grave e incurável de uma pessoa chave etc., ou, fato mais comum de todos, a permanência de um funcionário cinzento.

Para desencanto dos gestores, os funcionários cinzentos compõem a maioria dos profissionais existentes na organização.

Trata-se daqueles que não são tão bons a ponto de serem promovidos, nem tão ruins a ponto de que se os demita. Executam o seu trabalho, não causam problemas, atingem as metas, mas suscitam avaliações mornas. Nunca fizeram nada de excepcional para a empresa, nunca trouxeram nenhuma contribuição expressiva e ninguém se refere a eles com particular entusiasmo. Mas, não são más pessoas…

O NETWORKING PRÓ ATIVO

O networking pro ativo tem por objetivo apresentar o profissional como sendo a solução ideal para uma vaga latente.

Quem acha que isso é um tiro no escuro, tem toda a razão.

Mas, dependendo da qualidade do trabalho de networking, a probabilidade de sucesso pode ser muito maior do que 0,0025.

O networking proativo consiste em 5 passos

  1. Conhecer o seu patrimônio profissional, principalmente no que se refere às suas realizações. Saber quais as contribuições que você trouxe para a melhoria do desempenho das empresas onde trabalhou.
  2. Identificar para que tipo de empresa ou segmento de negócios suas qualificações são particularmente úteis.
  3. Identificar empresas-alvo, que lhe interessarão abordar, nesses segmentos.
  4. Pesquisar em profundidade cada uma das empresas-alvo em todos os aspectos possíveis (composição acionária, produtos, concorrentes, posição competitiva, desempenho, problemas com os quais se estejam defrontando, ameaças, oportunidades, estrutura da empresa, nomes de pessoas chave etc.).
  5. Usar a sua rede de relacionamentos para complementar o conhecimento sobre a empresa e, se possível, obter indicações ou apresentações.
  6. Abordar pessoas específicas na empresa apresentando a sua proposição de valor, ou seja, de que forma será capaz de contribuir para a melhoria dos resultados da organização.

A diferença desse método é que, caso consiga um contato, não será uma entrevista de emprego, mas uma reunião de negócios.

Para conhecer mais sobre o assunto,

entre em contato aqui https://www.lifetransitions.com.br/contato/.

Ewaldo Endler

Sócio da Next Steps e da Lifetransitions. Começou como executive search em 1972 e desde então tem desenvolvido uma larga experiência em várias organizações globais. É Coach em transições profissionais: A Conquista do Emprego, Planejamento de Carreira, A Recolocação Profissional, Preparação para Aposentadoria, Onboarding Executivo, Assessor na elaboração do currículo e em networking.

Deixe um comentário