Post Life Transitions Currículo e a primeira impressão
Post Life Transitions Currículo e a primeira impressão

PRIMEIRA DOBRA: A MAIS IMPORTANTE DO CURRÍCULO

O conceito de estar acima da primeira dobra chegou até nós vindo do jornalismo. Quando jornais ficam expostos na banca, eles são apresentados dobrados ao meio. O que aparece para o eventual comprador é, então, a primeira dobra onde se vê:

a) o cabeçalho com o nome do periódico (o qual tem pequena capacidade de comunicação, já que o mesmo se repete monotonamente em todas as edições do jornal) e

b) a chamada, em destaque, das principais notícias do dia, ou aquelas que o editor julga que possuirão o mais poderoso apelo de interesse, para motivar o leitor a adquirir o exemplar.

A tecnologia transferiu o conceito de um jornal impresso para uma tela de computador. Mas, o nome permaneceu: a primeira dobra. Na tecnologia atual, a “primeira dobra” refere-se à parte do texto que se oferece imediatamente visível na tela, antes que o leitor precise fazer a rolagem da imagem.

Não há dúvida ser essa a parte nobre da mensagem, ou seja, aquela que conseguirá excitar a curiosidade do leitor, prendendo-o no assunto e o levando a prosseguir na leitura.

Por razões mais do que óbvias, esta é também a parte mais importante e mais nobre do currículo. A primeira informação que o recrutador recebe é aquilo que está contido no terço superior da página. É isso que causará sua primeira impressão e induzirá a pessoa a desejar conhecer mais sobre sua carreira.

Na dinâmica de um processo de seleção, o primeiro passo é uma primeira triagem que tem por objetivo dividir a massa de currículos, recebidos de candidatos ao cargo, em duas pilhas:

a) aquela onde são colocados os candidatos rejeitados para o cargo, que foram eliminados por algum critério de corte e

b) a pilha daqueles que sobreviveram ao primeiro corte e cujos currículos serão analisados em maior profundidade.

Nessa triagem dedica-se, no máximo, 20 segundos a cada currículo. O enfoque aplicado ao processo é negativo pois o objetivo é eliminar candidatos.

Portanto, siga as seguintes regras:

Não ocupe o espaço nobre com informações que não tem utilidade para a avaliação do seu patrimônio profissional, suas realizações e conquistas, desperdiçando-o com dados pessoais como:

– Nome
– Estado civil
– Data de nascimento
– Endereço (logradouro, número, cidade estado etc)
– Telefone (fixo e celular)
– e-mail, link para Linkedin etc.

Abra o cabeçalho da folha e coloque nele estritamente as informações de seu contato, como: nome, telefone, e-mail.

  • Descreva inicialmente suas experiências, qualificações ou realizações profissionais, ressaltadas em itens, com explicação concisa. 
  • A não ser que você seja um recém-formado, coloque sua formação educacional, cursos de pós-graduação, MBA, cursos de especialização, experiência internacional etc. após a descrição da sua experiência profissional. Muito provavelmente os dois últimos empregos são mais importantes relevantes para conquistar o novo cargo do que a faculdade onde você se graduou.
  • Procure manter na “primeira dobra” a informação a respeito do mais importante emprego que você já teve (pelo menos, nome da empresa, período e cargo). Caso este seja o seu emprego atual ou o último  exercido, normalmente ele aparecerá na tela, desde que você tenha apresentado de forma concisa as suas realizações ou qualificações. Caso, entretanto, tenha ocorrido alguma passagem posterior por outro emprego, ainda que de curta duração, ressalte a mais importante experiência na descrição de suas qualificações ou realizações, com uma frase do tipo:
    – “x anos de experiência como Gerente de omonomonu da empresa XPTO, tendo obtido resultados expressivos em …….”

VOCÊ TEM ALGUMA PERGUNTA SOBRE COMO ELABORAR O SEU CURRÍCULO?

Faça sua pergunta aqui.

Ou, se precisa de ajuda para elaborar um currículo de destaque, clique aqui e saiba mais.

Ewaldo Endler

Sócio da Next Steps e da Lifetransitions. Começou como executive search em 1972 e desde então tem desenvolvido uma larga experiência em várias organizações globais. É Coach em transições profissionais: A Conquista do Emprego, Planejamento de Carreira, A Recolocação Profissional, Preparação para Aposentadoria, Onboarding Executivo, Assessor na elaboração do currículo e em networking.

Deixe um comentário