Post Life Transitions - A Roda da Vida
Post Life Transitions - A Roda da Vida

A RODA DA VIDA

A Roda da Vida é uma ferramenta simples de autoconhecimento e que não requer estudos profundos ou análises complexas, basta você ser o mais sincero possível consigo mesmo.

Ela ajuda a criar um panorama pessoal e holístico de um dado momento da sua vida, uma fotografia do instante vivido.

Portanto, a Roda da Vida irá fornecer alguns “insights” que poderão orientá-lo por qual rumo seguir e em qual aspecto da vida dar importância neste momento. Ela serve como um guia, elencando prioridades e ajudando a focar nos objetivos para atingir um novo equilíbrio.

A Origem

A origem da Roda da Vida é atribuída ao americano Paul J. Meyer, nos anos 60. Ele viveu durante a Grande Depressão e lutou na Segunda Guerra Mundial.

De origem humilde, aos 25 anos era o vendedor de seguros de vida mais bem pago dos Estados Unidos, tornando-se milionário aos 27.

Reconhecido como uma das autoridades mais destacadas do mundo nas áreas de estabelecimento de metas, motivação, gerenciamento do tempo e desenvolvimento pessoal e profissional, fundou o “Success Motivation Institute” aos 32 anos.

Em determinado momento disse: “Não importa quem você é ou qual é sua idade: se quiser conquistar sucesso permanente e sustentável, sua motivação precisa vir de dentro”.

Portanto, comece se avaliando e conhecendo.

A Roda da Vida basicamente é um círculo, dividido em áreas de sua vida que você considera mais importantes. Em média são utilizadas de 6 a 12 áreas, mas você pode colocar quantas áreas achar fundamentais para o seu sucesso.

No nosso site (rodadavida.lifetransitions.com.br) oferecemos a elaboração da Roda da Vida, gratuitamente e online, com 12 áreas principais.

Acreditamos que assim, estaremos atingindo os principais aspectos da maioria das pessoas.

Além disso incluímos mais uma curva, com suas prioridades em cada área. Acreditamos que, com isso, terá mais parâmetros para tomada de decisão.

Assim, descrevemos a seguir as áreas da vida abordadas e alguns exemplos de perguntas a se fazer sobre cada uma e que te ajudarão a definir como anda frente cada aspecto.

1. Saúde

Como está sua saúde? Tem cuidado do seu corpo, do seu mental e emocional? Tem energia para o dia a dia? Se sente bem e disposto? Costuma ficar doente com frequência? Realiza exames periódicos? Tem uma alimentação saudável? Pratica atividade física?

2. Aprendizado

Está satisfeito com o quanto você sabe? Acha que está faltando algum conhecimento que te ajudaria no dia a dia? Considera que seu nível de conhecimento te dá uma existência plena e compreensão dos fatos ao seu redor e suas relações? Quanto conhece a si mesmo? Quanto tempo faz que não lê um livro? Há quanto tempo que não adquire novos conhecimentos? Você consegue acompanhar os mais jovens?

3. Equilíbrio Emocional

Você percebe suas emoções equilibradas? Sente muita oscilação de humor? Uma hora está bem e, por qualquer coisa, já fica nervoso ou triste? Sente-se centrado para tomar decisões? Consegue dormir tranquilo à noite?

4. Realização Profissional

Quanto você se sente realizado no trabalho? Se sente bem na sua atual carreira? Deseja mudar de posição na empresa atual? Quer atuar em outra área? Qual o nível de congruência entre a relação do seu trabalho atual com seu propósito de vida? Sabe qual é o seu propósito de vida? Qual é o seu grau de satisfação com o seu trabalho? É o que você deseja fazer? Como é o seu ambiente de trabalho? Qual nível de conhecimento e benefícios ele te traz?

5. Financeiro

A sua renda, ou da familiar, permite viver confortavelmente? Necessita de enormes economias para conseguir sobreviver? Comparando-se com pessoas com posições similares a sua, você ganha pouco? Seus rendimentos são suficientes para você levar uma vida confortável? Consegue se manter com o que recebe? Sobra dinheiro ao fim do mês? O que significa recursos financeiros para você? Você está ganhando de forma compatível com suas
habilidades e conhecimentos?

6. Contribuição social

Quando o seu trabalho impacta positivamente na vida das outras pessoas? Quando o seu trabalho impacta direta e indiretamente no mundo? Faz algum trabalho voluntário? Participa de ações na comunidade? Você vê significado em sua atividade profissional?

7. Família

Qual sua relação com seus familiares? Há afetividade entre os membros da família? Qual é a frequência de diálogos? Você harmoniza o ambiente familiar? Você ouve a opinião de todos sem julgar?

8. Relacionamento

É bem resolvido com sua situação atual? Se dá bem com seu parceiro? Está realizado nesta relação? O que tem acontecido de excitante na sua vida a dois? Como anda o coração? Sente-se completo com seu parceiro? E como anda sua relação com você mesmo? Você se ama?

9. Convívio social e amigos

E as amizades, como estão? Você se permite sair com sua turma e amigos? Passa bons momentos juntos de seus círculos sociais? Convive bem com amizades e grupos diferentes? Diverte-se com os amigos ou não vê a hora de ir embora? Tem amigos?

10. Diversão e Hobbies

Você se diverte ou tem se dedicado muito ao trabalho? Sente culpa quando tira um tempo para fazer o que gosta? Quantas vezes fez algo sem compromisso? Passa bons momentos de vida? Tem algo que faça que te dê prazer? Quais os seus hobbies? Quais seus passatempos favoritos? Tem passatempos ou só compromissos? Você tem tempo para praticar atividades que você gosta? Você aproveita seu tempo livre com qualidade? Sua vida parece chata? Muitas vezes você se sente forçado a fazer, nos seus momentos de lazer, aquilo que não desejaria, seja por imposições sociais, ou seja porque é o que se espera de você? Falta emoção ou descontração? Quanto tempo faz que você não dá uma boa gargalhada?

11. Felicidade

Você é feliz? O que é felicidade para você? Qual sua percepção de preenchimento interior? Você sente alegria dentro de você? Você sente alegria em viver? Consegue observar a paisagem e simplesmente sorrir?

12. Espiritualidade

Aqui não estamos falando de religião, mas de algo mais. Aquilo que te dá sentido na vida. Um divino. Chame do que melhor te convier.

Ou seja, consegue se conectar com o que você acredita? Seus valores estão alinhados com os preceitos em que você acredita? Quando foi a última vez
que você pensou em algo que transcende a realidade? O quanto sente que existe algo mais e que influencia sua vida? O que conecta você com o Universo? Qual o significado de transcendência para você? O que você pode fazer hoje para dar um pequeno passo na evolução?

Esses são apenas alguns aspectos da vida e esta ferramenta é apenas uma forma de você se enxergar e focar no que mais o aflige no momento, mas lembre-se que você é um Ser Integral!

O ser humano é “infatiável”. Ele é Integral!

Mas um ser humano não pode ser fatiado em assuntos isolados. É muito comum a pessoa apresentar mais de uma insatisfação.

Não vamos lidar com tudo. Mas, este ferramenta tem a finalidade de produzir uma reflexão a respeito de sua vida.

Para refletir

O que aconteceu com aquele jovem, confiante, bem humorado, cheio de sonhos e propósitos, que iria mudar o mundo?

E com aquele romance idílico e maravilhoso que você teve com aquela moça que se tornou sua companheira, com quem até teve filhos e constituiu família?

O que houve com todos aqueles momentos em que o mundo parecia tão cheio de graça, quando tudo era motivo para risos e carinhos?

Não há mais excitação na vida?

Qual a última aventura que você teve, aquela coisa de chutar tudo para o ar, de se jogar de cabeça, sem pensar muito nas consequências?

Puxa! O mundo ficou sério e cinza!

Contudo, os problemas, se eles existem, não estão no mundo. Estão dentro de você mesmo.

Pense nisso.

Clique aqui e faça gratuitamente a sua Roda da Vida.

Se quiser saber mais, leia BHAVACAKRA OU A RODA DA VIDA.

Danilo Endler

Formado em Coaching Integrativo pela ACI – Academia de Coaching Integrativo, certificado pela ALUBRAT – Associação Luso-Brasileira de Transpessoal e filiado à ABRH-SP (Associação Brasileira de Recursos Humanos), vem atuando na área de desenvolvimento humano desde então. É sócio da Edeaas Comunicação.

Deixe um comentário