Post Life Transitions - Avaliação de Desempenho
Post Life Transitions - Avaliação de Desempenho

REUNIÃO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO É UMA OPORTUNIDADE DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL.

A avaliação anual de desempenho permite estabelecer a relação entre as realizações do funcionário e os objetivos da empresa. É, também, o momento de identificar os aspectos do seu trabalho que devem ser melhorados e as oportunidades de desenvolvimento pessoal.

O BÁSICO

Ser objetivo ao conduzir a avaliação. Concentrar-se nos resultados e nos hábitos de trabalho. Resultados referem-se a metas atingidas; hábitos são comportamentos que possam ser objetivamente avaliados quando confrontados com padrões esperados de conduta, tais como a atenção à segurança, conformidade com as regras da companhia, com os procedimentos operacionais etc.

É importante ser objetivo e suportar as observações com exemplos concretos. São vazias expressões do tipo “necessita melhorar sua atitude” ou denominar alguém como sendo “um bom funcionário, muito confiável”.

Evitar que um determinado fato, positivo ou negativo, ocorrido se torne o foco da avaliação. Manter os assuntos na perspectiva do quadro mais amplo.

Disciplinar-se para evitar ser influenciado pelos sentimentos pessoais que nutre pelo avaliado.

Não distorcer as avaliações de forma a coloca-las todas dentro de uma confortável zona mediana (nem muito bom, nem muito ruim).

MANTER O FOCO POSITIVO NO DESENVOLVIMENTO

Parte da avaliação anual deve ser dedicada aos aspectos de treinamento e desenvolvimento.

A responsabilidade pela melhoria sistemática do seu desempenho compete ao funcionário. Ao supervisor compete a responsabilidade pela identificação das oportunidades de que ele adquira novos conhecimentos ou de que venham a utilizar melhor seus talentos inativos.

Antes de se reunir com cada funcionário, avaliar:

  • Quais as qualificações deste funcionário que necessitam ser aprimoradas, de forma que seus conhecimentos, habilidades e
    técnicas se tornem mais efetivos no trabalho?
  • Quais habilidades interpessoais necessitam ser aprimoradas?
  • As ambições de desenvolvimento do funcionário são consistentes com as necessidades de crescimento e de desenvolvimento da companhia?

Ter delineado um plano de ação que suportará o funcionário no empenho de atingir seus objetivos de curto prazo, sem perder de vista sua evolução futura. Isso pode incluir workshops, treinamento “on-th-job”, rotação de cargos, material de leitura e consulta etc. Discutir esse plano com o funcionário e chegar a um acordo.

Fazer o acompanhamento durante o ano, ao invés de deixar tudo para acontecer na próxima avaliação de desempenho.

Ewaldo Endler

Sócio da Next Steps e da Lifetransitions. Começou como executive search em 1972 e desde então tem desenvolvido uma larga experiência em várias organizações globais. É Coach em transições profissionais: A Conquista do Emprego, Planejamento de Carreira, A Recolocação Profissional, Preparação para Aposentadoria, Onboarding Executivo, Assessor na elaboração do currículo e em networking.

Deixe um comentário