NÃO EXISTE PRECONCEITO CONTRA PROFISSIONAIS MAIS VELHOS! PARTE 3
Post Life Transitions - Preconceito contra profissionais mais velhos

NÃO EXISTE PRECONCEITO CONTRA PROFISSIONAIS MAIS VELHOS! PARTE 3

Introdução

Eu sei que estou tocando num assunto sensível, principalmente porque há muitas pessoas que hoje acreditam haver preconceito contra profissionais mais velhos no mercado de trabalho.

Não há! Não existe preconceito contra profissionais mais velhos.

As pessoas estão adotando a estratégia errada na busca da oportunidade profissional.

Este Artigo

Este artigo divide-se em três partes.

Nas duas primeira é conduzida a análise do mercado de trabalho e a explicação do porquê das dificuldades encontradas pelos 50+.

Na terceira parte é apresentada única estratégia vencedora possível para a conquista de trabalho e renda após os 50 anos de idade.

Leia todos até o final

A ESTRATÉGIA DO VALOR AGREGADO

O valor agregado pode permitir vantagem competitiva para o profissional 50+ e é praticamente a única estratégia que pode lhe conseguir o emprego ou trabalho e renda.

Exatamente por ser mais experiente, o profissional amadurecido teve mais oportunidades na sua carreira de trazer contribuições importantes para o desempenho da empresa.

Senão, vejamos: todo gestor, ou todo o empresário, espera que seus funcionários contribuam para uma ou várias das suas quatro preocupações e objetivos:

  1. O profissional tem condições de me trazer mais dinheiro ou mais receitas? Se for uma pessoa da área comercial, será capaz de me trazer mais vendas, conquistando novos clientes, abrindo novos mercados, sugerindo e introduzindo novos produtos ou serviços à minha organização etc.? Ou, em se for alguém da área de engenharia, poderá ele desenvolver um novo produto, ou agregar funcionalidades aos produtos atuais que o tornem mais competitivos e nos permitam ganhar mercados? Na área financeira, o profissional pode reduzir o volume de devedores duvidosos ou inadimplentes, ou reduzir o prazo médio de cobrança das contas a receber, ou esticar o prazo de pagamento das nossas obrigações? (ações essas que tendem a aumentar os recursos de caixa e reduzir as necessidades de financiamento das operações). Pode também atuar na redução e recuperação de impostos?
  2. O profissional tem condições de reduzir custos e fazer com que sejamos capazes de produzir a mesma quantidade de produtos ou serviços com menos recursos? Este objetivo se aplica a todos os setores e operações da empresa.
  3. Este profissional tem condições de imprimir maior eficiência às operações da empresa, integrando melhor os setores, reduzindo as falhas e erros de processos, eliminando o retrabalho para corrigir informações conflitantes ou equivocadas e melhorando a qualidade geral do trabalho de tal forma que tudo venha a fluir com menos estresse e menores necessidades de supervisão direta?
  4. Trata-se de uma pessoa inspiradora, que consegue motivar e entusiasmar a equipe, fazendo com que todos sejam mais produtivos e que as pessoas realmente estejam engajadas no empenho em atingira a metas?

Uma pessoa amadurecida, com pelo menos 20/25 anos de experiência profissional seguramente terá várias realizações profissionais, que se enquadram num dos quatro objetivos do dirigente empresarial, listados acima.

Não se trata necessariamente de grandes obras, mas daquela contribuição no cotidiano, em cada um dos fatores (receitas, custos, eficiência ou motivação) que agregaram valor ao negócio.

Assim, o problema é que as pessoas têm a tendência de não valorizar essas pequenas contribuições e, em muitos casos, até mesmo já se esqueceram delas.

Entretanto, esse é o fator diferenciador, que torna o profissional amadurecido mais competitivo e preferido pelas organizações.

Não se trata de oferecer os seus conhecimentos a respeito de como executar o trabalho, pois muitos outros, especialmente os mais jovens, também oferecerão o mesmo.

O que realmente importa não é a execução, mas os resultados produzidos.

Nesse sentido, o profissional deve rever em detalhes a sua carreira e anotar todas as suas realizações, por menores que sejam, se possível quantificando os resultados obtidos.

PARE!
Solicite agora, gratuitamente, o Manual do Levantamento das Realização, que o levará, passo-a-passo, à identificação de suas contribuições para as empresas, ao longo de sua carreira.
Para solicitar, clique aqui

O próximo problema é como elaborar o seu currículo de forma a apresentar em destaque, com grande poder de impacto, aquilo de especial que você tem para oferecer para o seu futuro empregador, baseado no seu potencial de agregar valor ao negócio.

Este assunto é mais complexo. Uma pesquisa nos blogs do site da minha organização, indicou que existem 47 publicações, entre artigos e vídeos, sobre o assunto “Currículo”. É uma fonte muito importante de informações. Consulte clicando aqui.

Em especial, leia os seguintes posts

Ou, se preferir, envie-me o seu currículo que eu me proponho a fazer uma análise gratuita dele, com uma sugestão de melhoria.
Clique para enviar.

Recomendação Final

Assista ao vídeo ou clique aqui.


Ewaldo Endler

Sócio da Next Steps e da Lifetransitions. Começou como executive search em 1972 e desde então tem desenvolvido uma larga experiência em várias organizações globais. É Coach em transições profissionais: A Conquista do Emprego, Planejamento de Carreira, A Recolocação Profissional, Preparação para Aposentadoria, Onboarding Executivo, Assessor na elaboração do currículo e em networking.

Deixe uma resposta